Login

Avaliação do Usuário

Estrela ativaEstrela ativaEstrela ativaEstrela ativaEstrela ativa
 
O Barbudo-rajado Malacoptila striata é uma ave da família Bucconidae. É também conhecido pelos nomes de joão-barbudo, barbado, jururu, bole-bole e joão-doido. Ave endêmica do Brasil.
  • Nome popular: Barbudo-rajado
  • Nome inglês: Crescent-chested Puffbird
  • Nome científico: Malacoptila striata
  • Família: Bucconidae
  • Habitat: Encontrado exclusivamente no Brasil. A espécie Malacoptila striata striata: Ocorre do sul da Bahia a Minas Gerais e Santa Catarina. A Malacoptila striata minor: ocorre no Maranhão e Piauí.
  • Alimentação: Alimenta-se de insetos e pequenos artrópodes, podendo vir ao solo à procura de alimento. Segue formigas de correição e acompanha bandos mistos de aves.
  • Reprodução: Para fazer o ninho cava uma galeria em solo acidentado ou barranco, dando em câmara incubatória forrada com um pouco de capim e folhas secas. A entrada às vezes é camuflada com folhas e galhos empilhados pelos pássaros. Põe 2 a 3 ovos brancos e brilhantes.
    ESPÉCIE SEM DIMORFISMO SEXUAL
  • Estado de conservação: Pouco preocupante
Foto – Afonso de Bragança
Barbudo-rajado
Foto – Afonso de Bragança
Barbudo-rajado

Características:

Mede cerca de 20 centímetros de comprimento, com as partes superiores, cabeça e manto marrom-escuro estriado de ocre; garganta branca, com uma faixa negra logo abaixo; partes inferiores marrom-cinzentas, com peito superior tingido de ocre; “vírgula” branca na base do bico.
Apresenta duas subespécies reconhecidas:
  • Malacoptila striata striata (Spix, 1824) - ocorre do sul da Bahia a Minas Gerais e Santa Catarina.
  • Malacoptila striata minor (Sassi, 1911) - ocorre no Maranhão e Piauí.

Comentários:

Frequenta o interior da mata escura onde haja abundância de folhas caídas, borda de matas primárias e secundárias margeadas com capinzais altos, bambuzais e clareiras na Mata Atlântica e matas residuais mesófilas do Sudeste, mesmo as de pequeno porte. No Maranhão, vive em matas de terra firme, no sub-bosque. Engata a cauda lateralmente quando empoleirado. Encontrado solitário ou em pares.
Foto – Afonso de Bragança
Barbudo-rajado
FOTO-3 Referências Bibliográficas: FRISCH, Johan Dalgas; FRISCH, Chistian Dalgas. Aves Brasileiras e Plantas que as Atraem 3ª edição. Ed. Dalgas Ecoltec - Ecologia Técnica Ltda. │SICK, H. Ornitologia Brasileira. Rio de Janeiro: Nova Fronteira. 1997 │ Wikiaves
Topo