Login

Contato

Por favor digite seu nome
Por favor insira seu email. Email inválido.
Por favor escreva sua mensagem
Busca - Categorias
Pesquisar - Contatos
Pesquisar - Conteúdo
Busca - Fonte de Notícias
Pesquisa - Marcadores

Avaliação do Usuário

Estrela ativaEstrela ativaEstrela ativaEstrela ativaEstrela ativa
 
A anacã Deroptyus accipitrinus é uma ave da família Psittacidae. Conhecido também como curica-bacabal e papagaio-de-coleira. Ocorre na Amazônia em vários pontos descontínuos do sul da Venezuela até o nordeste do Equador e Peru, Guianas e Brasil .
  • Nome popular: Anacã
  • Nome inglês: Red-fan Parrot
  • Nome científico: Deroptyus accipitrinus
  • Família: Psittacidae
  • Habitat: Ocorre na Amazônia em vários pontos descontínuos do sul da Venezuela até o nordeste do Equador e Peru, Guianas e Brasil.
  • Alimentação: Alimenta-se de frutas de palmeiras, flores e sementes. Apreciando os cocos de bacaba e das embaúbas, além de frutas silvestres.
  • Reprodução: Constrói o ninho em buracos de árvores mortas, inclusive naqueles feitos por pica-paus, a partir do mês de fevereiro.
    ESPÉCIE SEM DIMORFISMO SEXUAL
  • Estado de conservação: Pouco preocupante
Foto – Flávio Pereira
Anacã
Foto – Flávio Pereira
Anacã

Características:

Mede em média 40 cm de comprimento. A fêmea é um pouco maior do que o macho. Inconfundível pela sua vistosa coloração, destacando-se a plumagem do pescoço, peito e ventre de cor vermelha com borda azul.
Possui duas espécies reconhecidas:
  • Deroptyus accipitrinus accipitrinus (Linnaeus, 1758) - ocorre no Sudeste da Colômbia até a Venezuela, nas Guianas, no Nordeste do Peru e no Norte do Brasil. Esta espécie apresenta a testa esbranquiçada;
  • Deroptyus accipitrinus fuscifrons (Hellmayr, 1905) - ocorre no Brasil ao Sul do Rio Amazonas, do estado do Pará até o Norte do estado do Mato Grosso. Esta subespécie apresenta a testa pardo-escura.

Comentários:

Frequenta florestas úmidas, semi-úmidas, de galeria, até 400 metros. Em geral em grupos pequenos (4 a 7 indivíduos) ou em pares abaixo do dossel, pousando frequentemente em ramos expostos de árvores mortas. Geralmente voa baixo.
Foto – Flávio Pereira
Anacã
Foto – Flávio Pereira
Anacã
Referências Bibliográficas: FRISCH, Johan Dalgas; FRISCH, Chistian Dalgas. Aves Brasileiras e Plantas que as Atraem 3ª edição. Ed. Dalgas Ecoltec - Ecologia Técnica Ltda. │SICK, H. Ornitologia Brasileira. Rio de Janeiro: Nova Fronteira. 1997 │ Wikiaves
Topo